"O diálogo é um convite à troca de ideias, de significados. Um convite à imersão na perspectiva do outro. Etimologicamente o termo "diálogo" é fruto da junção de “dia”, que significa "passagem, movimento", e “logos” , que significa “palavra”. Filosoficamente “logos” significa “razão”, ou capacidade de racionalizar. Sendo assim, diálogo refere-se à troca de sentidos, um processo de fortalecimento de vínculos e formação de redes. Por poliálogo, como optamos usar, compreende-se a multiplicidade de palavras, múltiplas racionalizações definindo um processo de construção colaborativa de sentido. No contexto da cultura da convergência, com espaços criados intensificando a troca  e descentralizando informações, pensamos estar diante de uma cenário de poliálogos, representativo enquanto ferramenta para a produção de conhecimento."